Quais os desafios da gestão de equipes no trabalho remoto? Conheça novos métodos

Quais os desafios da gestão de equipes no trabalho remoto? Conheça novos métodos

O formato de trabalho remoto trouxe muitas vantagens, como economia de tempo no trânsito, por exemplo. No entanto, ainda é um desafio manter a produtividade de uma equipe à distância. Então, conheça algumas ferramentas que podem ajudar.

Equipes de trabalho remotas: uma nova realidade

O trabalho remoto é aquele no qual o funcionário não precisa ir até a empresa, ou seja, pode trabalhar de onde preferir. Nesse sentido, esse modelo já existia há tempos, mas desde a pandemia de Covid-19 se tornou uma necessidade.

Hoje, esse formato já está inclusive previsto na CLT, Consolidação das Leis do Trabalho. Por isso, as empresas têm mais segurança para contratar pessoas para trabalhar de forma remota.

Vantagens

Esse modelo de trabalho traz vários benefícios tanto para a empresa como para o funcionário. Desse modo, confira alguns dos principais pontos positivos:

  • Redução de custos com estrutura física, como aluguel de escritório;
  • Elimina o tempo gasto no trajeto;
  • Melhora a qualidade de vida dos funcionários;
  • Permite contratar talentos em outras cidades e Estados;
  • Maior autonomia para as pessoas.

Por todos esses fatores, cada vez mais empresas aderem ao trabalho remoto em suas atividades. Com isso, conseguem obter um aumento na produtividade e na satisfação das equipes.

As reuniões online são uma forma de manter contato com a equipe no trabalho remoto

Desafios da gestão de projetos remota

Mesmo com as suas vantagens, o trabalho remoto também tem os seus desafios. Isso porque, gerir uma equipe à distância não é tarefa simples. Afinal, é preciso alinhar prazos, tarefas e acompanhar os passos para que tudo saia da forma correta.

Dentre os pontos críticos na gestão de projetos de forma remota, e que merecem atenção especial estão:

  • Falta de comunicação, bem como, a divisão de tarefas;
  • Alinhar as expectativas do gestor e funcionários;
  • Acompanhar o desempenho da equipe;
  • Compromisso dos envolvidos no projeto.

É dever do gestor cuidar para que o trabalho flua de forma correta, e que a equipe cumpra todos os itens do projeto. Para isso, precisa estar atento a todos os passos e manter um diálogo constante com as pessoas.

Dicas para manter a organização na gestão de projetos à distância

Com algumas ações simples colocadas em prática, é possível organizar a rotina e controlar a evolução do trabalho remoto. Então, veja na sequência alguns exemplos de medidas que podem auxiliar:

  • Defina todas as etapas e os responsáveis;
  • Faça um cronograma, e acompanhe a evolução do projeto da marca;
  • Ouça as demandas da equipe, se há algum problema;
  • Faça reuniões curtas, para alinhar pontos e ver como está o andamento;
  • Dê feedbacks aos funcionários;
  • Busque saber sobre a satisfação do cliente.

Ter confiança na equipe é um ponto essencial para que esse formato tenha os resultados esperados. Então, ao contratar pessoas para trabalhar de forma remota, veja se atendem ao perfil que deseja para o seu projeto.

O que é o método Scrum e como pode ajudar na gestão de projetos?

Este é um método de gestão ágil, que se baseia numa divisão de regras, papéis e alguns princípios. Nesse sentido, busca envolver todos os membros em um sistema de autogestão, em que cada um assume uma responsabilidade.

O Scrum se pauta na interação entre as pessoas da equipe e na comunicação. Por isso, o ideal é trabalhar com grupos menores, de até 20 pessoas. Acima disso, pode ocorrer dispersão ou menor participação em cada etapa.

Autonomia

Nesse método, não há a figura de um gestor de projetos, mas sim do Scrum Master, que é um facilitador. Desse modo, ele não tem o papel de ditar regras e controlar, mas acompanha e orienta a equipe para que haja de forma integrada.

Fora do modelo tradicional, em que há uma hierarquia de funções, no Scrum todos são responsáveis. Portanto, é uma forma de dar mais independência aos colaboradores e estimular a organização e cooperação.

Componentes e etapas do Scrum

O método se pauta em uma divisão de papéis, eventos e itens que devem ser seguidos. Nesse sentido, entre os componentes do Scrum, há três figuras principais, que são:

  • Product Owner, ou seja, o destinatário final do produto ou serviço;
  • Scrum Master, a pessoa que orienta e facilita o trabalho da equipe;
  • Time de desenvolvimento, que são os demais integrantes.

Definidas essas posições, o trabalho em si passa por pequenas tarefas ou eventos. Então, confira a seguir como se organiza e o que ocorre em cada etapa nesse nível.

Sprint

Um projeto ou parte dele é programado para ser concluído em um período de tempo. Em geral, se define uma duração mais curta, entre 2 e 4 semanas para finalizar aquele objetivo.

Daily Stand-up

São reuniões diárias, com tempo definido, para não perder o foco. Tem como objetivo apresentar a evolução do projeto e os próximos passos. Ainda, pode discutir problemas que precisam ser resolvidos.

Revisão

Cada sprint passa por uma revisão, o que garante a qualidade da entrega. Em geral, é feita de forma semanal, pois assim há tempo para fazer correções, se preciso.

Outros métodos úteis na gestão de equipes remotas

Há diversos outros modelos de gestão que podem ajudar a ter uma rotina mais organizada no trabalho remoto. Nesse sentido, confira alguns dos mais comuns no dia a dia das empresas.

Kanban

Nesta técnica, usa-se uma abordagem visual para acompanhar a evolução de um projeto por meio de alguns itens:

  • Cartão: define uma pequena ação que faz parte do projeto;
  • As colunas com o status de cada tarefa;
  • Por fim, o quadro geral com todos os itens e sua posição atual.

Esse sistema permite, portanto, ter uma visão clara do projeto, bem como definir prioridades por meio de cores dos cartões, por exemplo.

Trello

Similar ao Kanban, também permite organizar quadros com os projetos e fragmentar em cartões. Assim, cada tarefa pode ser atribuída a uma pessoa e muda de status nas colunas do programa.

Então, é possível gerenciar projetos de forma remota com segurança?

Há vários recursos hoje que permitem acompanhar a evolução de um projeto mesmo à distância. Desse modo, é possível ter uma equipe produtiva de forma remota, desde que haja compromisso de todos.

O gestor, portanto, deve se preocupar não apenas com a técnica, mas também com o perfil de pessoa que contrata. Assim, ele pode selecionar aquelas que melhor se adaptem a uma rotina com mais autonomia no trabalho.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também